• Editor

Você conhece os serviços oferecidos pelas Unidades Básicas de Saúde do município?

Os PSFs são compostos por equipe multidisciplinar e dispõem de diversos serviços que vão além de atendimento médico

Ascom


saúde é direito de todos e o Sistema Único de Saúde (SUS) existe para garantir que todo cidadão tenha acesso a medidas sociais e ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde. Os PSFs ou “postinhos” são centros de atendimento localizados nos bairros porque visam a democratização e o fácil acesso da população ao serviço, que vai além de atendimento médico.


Entre as ações desenvolvidas pelas equipes multidisciplinares dos PSFs, estão: acolhimento, acompanhamento da gestante e do bebê (pré-natal e puericultura), tratamento odontológico, curativo, dispensação de preservativos, atendimento de enfermagem, exame preventivo (câncer de colo de útero), imunização (vacinas), atendimento médico, nebulização, planejamento familiar, visitas domiciliares e testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite A e B.


O enfermeiro Carlos Alberto Souza exemplifica a função dos profissionais da enfermagem, capacitados para diagnosticar doenças e prescrever medicamentos.


“Ter um enfermeiro nos PSFs é ter alguém responsável pela realização de exame preventivo do colo do útero, testes rápidos, consulta de pré-natal do começo ao final da gestação e na primeira semana de vida do bebê, sala de vacina que atende mais de 30 tipos de doenças, consultas de acompanhamento e crescimento das crianças, tratamento de verminoses, exames preventivos de mama, solicitação de exames específicos para investigação de problemas detectados na mama, detecção de hanseníase e tuberculose, entre outros. As pessoas não precisam ter receio de chegar no PSF e não ter seu problema resolvido, quando na verdade existe uma equipe multidisciplinar pronta e capacitada para detectar a necessidade e direcionar ao melhor profissional”, ressalta Carlos Alberto.


A saúde bucal também é contemplada de forma gratuita nas Unidades Básicas de saúde, como explica a dentista Allana Ellen.


“Oferecemos tratamento odontológico gratuito a toda população, que consiste em restauração, extração, limpeza, acompanhamento desde a gestação, passando pelo bebê (puericultura) e acompanhamento da criança até os dois anos de idade”, afirma a odontóloga.


No momento, devido à pandemia, os tratamentos odontológicos estão restritos a atendimentos em caráter de urgência, como dor extrema e edema de face. Em caso de dúvidas, não hesite em procurar o PSF mais próximo de sua residência.


O médico residente Kelvin Alves explica sobre o caminho de um atendimento e a importância do acolhimento e triagem no reconhecimento do problema do cidadão.



“Ao chegar no local, o paciente é acolhido e passa pela triagem. Muitas vezes, a necessidade pode ser resolvida nesse primeiro momento ou então será encaminhado a outro profissional, como enfermeiro, médico, dentista ou psicólogo. Caso o paciente necessite de demandas como vacinação, pesagem de crianças, atualização de programas como Bolsa Família, aferimento de pressão, o serviço já pode ser resolvido na triagem, sem que haja necessidade de acionar o profissional médico”, explica Alves.


Além desses serviços, os profissionais das unidades de saúde estão capacitados para orientar os pacientes sobre pré-cadastro de pessoas com comorbidades, exames médicos e emissão de laudos para a comprovação da vacinação contra a Covid-19. Mais informações no site da Prefeitura.






Quer receber notícias como essa no seu celular? Click aqui e entre no grupo do WhatsApp .


Leia a última edição completa da Revista Portal