• Editor

Ministro confirma investimento para ferrovias em Lucas do Rio Verde


O município deve se tornar um dos maiores entroncamentos ferroviário da América Latina


Ascom Com o objetivo de melhorar a logística da produção de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde caminha para se tornar um grande entroncamento ferroviário. A notícia ganhou ainda mais destaque após o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, lembrar do município luverdense durante evento realizado em Contagem, Minas Gerais, sobre a entrega da 500ª locomotiva de corrente alternada (AC44) produzida no Brasil.


O primeiro passo para o entroncamento ferroviário será a extensão da Ferronorte, de Rondonópolis até Lucas do Rio Verde. Durante o evento, Tarcísio disse que o assunto é tratado como prioridade no ministério.


“Eu imagino que Lucas do Rio Verde vai ser o grande entroncamento ferroviário do Brasil, de onde vai nascer a Ferrogrão chegando até Miritituba, a Ferronorte passando por Rondonópolis, Aparecida do Taboado, ligando a malha Paulista, e a Fico que vai começar em Lucas do Rio Verde e vai terminar em Ilhéus”, destacou o ministro.


Ainda segundo Tarcísio de Freitas, a extensão da Ferronorte será a primeira autorização do Ministério na modalidade de contrato de adesão para terminais privados.


Para o diretor executivo de Governo de Lucas do Rio Verde, Aluízio Bassani, a notícia é motivadora. “É muito gratificante receber essa notícia do ministro, que será concedida autorização para que a Ferronorte chegue até Lucas do Rio Verde. Nós já tínhamos uma notícia do próprio ministro que aqui, possivelmente, será um dos maiores entroncamento ferroviário da América Latina, e isso nos motiva ainda mais para trabalhar com muita responsabilidade, preparando o município para receber essa avalanche de investimentos”.


A operação na Ferronorte é responsabilidade da Rumo Logística. Representantes da empresa devem cumprir agenda nesta quarta-feira (14) com o Prefeito Miguel Vaz e autoridades do Executivo. Em pauta estará a expansão da malha ferroviária, chegando ao município luverdense.


“Esperamos que essa autorização seja o mais breve possível. Isso faz com que os investimentos aconteçam aqui na região, que é muito importante no cenário nacional com relação à produção de grãos, de carnes, enfim, uma notícia muito importante para todo o Mato Grosso”, destacou Miguel Vaz.


Entroncamento Ferroviário

São três ferrovias que terão o encontro em Lucas do Rio Verde. A primeira delas é a extensão da Ferrovia Senador Vicente Vuolo (Ferronorte), que atualmente liga o Porto de Santos a Rondonópolis. O novo trecho deve seguir até Cuiabá e Lucas do Rio Verde.


A segunda, a Ferrogrão, sairá de Lucas do Rio Verde, passando por Sorriso, Sinop até o Porto de Miritituba, no Rio Tapajós.


Já a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico) ligará Água Boa, passando por Lucas do Rio Verde, ao município de Mara Rosa (GO), onde está a Norte-Sul.




Quer receber notícias como essa no seu celular? Click aqui e entre no grupo do WhatsApp .


Leia a última edição completa da Revista Portal