top of page
  • Foto do escritorEditor

Miguel Vaz participa de evento que marca início da construção da 1ª Ferrovia Estadual

A obra começou por um trecho de 8,6 km e construção de viaduto na imediação do terminal de grãos



Ascom

Cerimônia realizada em Rondonópolis, na manhã desta segunda-feira (07), marcou o início da construção da 1ª Ferrovia Estadual que, em um de seus dois trechos, chegará a Lucas do Rio Verde. Por meio dos trilhos, o transporte da produção luverdense se conecta à malha ferroviária nacional até chegar ao porto de Santos, em São Paulo.


O prefeito de Lucas do Rio Verde, Miguel Vaz, participou do ato solene junto do governador Mauro Mendes, ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e autoridades.


Conforme a Rumo, empresa que tem a autorização para explorar os 730 km da malha ferroviária, os trilhos passarão por 16 municípios do estado até Cuiabá e Lucas do Rio Verde. A obra começou por um trecho de 8,6 km e pela construção de viaduto na imediação do terminal de grãos, em Rondonópolis.


“Esse ato significa uma nova era para o nosso estado. A ferrovia, conectada a outros modais, vai garantir mais agilidade e competitividade à nossa produção”, destaca o prefeito Miguel Vaz.


Além de escoar a soja e o milho, a ferrovia traz uma diversidade de produtos, além de bens de consumo e industrializados.


“Quando falamos em investimentos ferroviários, não estamos apenas cuidando da atividade econômica, da produção. Estamos cuidando das vidas de milhares de pessoas que passam por essa estrada [BR-163] e que terão muito mais segurança”, afirma o governador Mauro Mendes.


Durante a construção, a expectativa é que mais de 236 mil postos de trabalhos sejam criados de maneira direta, indireta e induzida.


A previsão é que todo o traçado – Rondonópolis a Cuiabá / Rondonópolis a Lucas do Rio Verde – seja concluído em 8 anos. (Com Secom-MT)



Leia a última edição completa da Revista Portal


Comments


bottom of page