• Editor

Mãe de dois, a advogada destaca a “mistura de sentimentos” entre o trabalho e a maternidade

Entrevista com a advogada Marina Tabile


Muitos conhecem Marina Tabile como advogada, integrante da diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e participante de muitas ações sociais na cidade de Lucas do Rio Verde, que por sinal é a cidade em que nasceu, mas essa linda mulher também é mãe e segue em duas fases bem diferentes na maternidade, um menino na adolescência e uma menina de apenas dois aninhos.


“São fases bem diferentes, o Pedro está com 14 anos que é aquele momento da adolescência e já tem certa independência, faz muita coisa sozinho, mas que ainda exige muita atenção da minha parte, principalmente nas orientações dos princípios familiares, nas incertezas e na instabilidade emocional. Já a Kamila está saindo da fase bebezinha e está descobrindo as coisas e os lugares e sinceramente agora é a fase que exige ainda mais disposição, pois ela tem muita energia, uma alegria incrível, “sabe aquela frase que menina é mais tranquila, então na minha casa não se aplica” brinca Marina.



A advogada relembra que a primeira gravidez aconteceu durante a época da faculdade e que quase desistiu de continuar o curso. “Cheguei a cogitar em deixar o curso, pois com um bebê novinho, trabalho e estudo era puxado e me sentia culpada. Mas deu tudo certo, não parei e hoje sou muito realizada com minha profissão e com meus filhos” diz.


Sobre a rede de apoio que as mães possuem, Marina é enfática do quanto é importante para que as mulheres possam exercer suas profissões e saber que os filhos estão bem cuidados, mas há um mix de sentimentos.


“Ter essa rede de apoio, seja com avó, tia ou babá é fundamental para nós mulheres que precisamos trabalhar, a responsabilidade é enorme em casa e no trabalho e não vou negar que ao deixar minha filha isso me causava uma certa dorzinha e culpa, mas nós mães somos assim, uma mistura de sentimentos entre trabalho e maternidade”, brinca.


Planejamento, organização e equilíbrio fazem da rotina da advogada mais tranquila. “Sou uma pessoa que tem buscado evoluir e equilibrar tudo na vida e uma das coisas que passei a fazer nos últimos anos é o autocuidado. É importante a mulher ter esse tempo para ela, pois quando ela se cuida, seja fazendo atividade física, uma leitura, um banho mais demorado, ou até terapia ele se torna fundamental para o equilíbrio emocional e físico dela e consequentemente isso reflete em casa e com as crianças” analisa.


Marina é formada em direito há 10 anos e atua nas áreas trabalhista, empresarial e cível, no escritório Cristiano Basso Advogados, do qual é sócia. Ela destaca a paixão pela profissão e o quanto sente orgulho do que faz e como cresceu nesses últimos anos. “Fazer algo que gostamos nos preenche, quando olho para trás e analiso como evolui e aprendi, me sinto muito satisfeita pela minha trajetória. Sou uma pessoa que busca evoluir diariamente. Acredito que estamos nesse mundo com um propósito e o aprendizado é constante. Posso dizer que sou sim uma pessoa realizada como mulher, mãe e profissional mesmo com as dificuldades do dia a dia. ” afirma ela.


Marina foi integrante da diretoria da OAB de Lucas do Rio Verde e conta os desafios e a satisfação em fazer parte o grupo em prol da categoria, mas principalmente para a sociedade.


“Durante esse período, participei de muitas ações, muitos momentos marcantes junto a categoria. A OAB Solidária foi (e ainda é) um dos momentos mais satisfatórios durante todo esse tempo, pois é a hora que vemos o empenho de muita gente em coletar doações em prol dos mais carente. Sempre destaco que essa ação é importante para quem recebe, mas é muito gratificante para quem contribui” diz.




Quer receber notícias como essa no seu celular? Click aqui e entre no grupo do WhatsApp .


Leia a última edição completa da Revista Portal