top of page
  • Foto do escritorEditor

Lucas do Rio Verde é o primeiro em geração de empregos em Mato Grosso e o terceiro no Brasil

Novo Caged aponta que o município saltou de 566 para 2.276 no saldo de empregos em um ano


Ascom Prefeitura/Rubens Junior

Um dos fatores que indicam o desenvolvimento econômico de uma cidade é a criação de postos de trabalho. Em 2022, Lucas do Rio Verde teve o melhor saldo de empregos de Mato Grosso e o terceiro melhor do Brasil. Os números são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Conforme o levantamento, de janeiro a julho deste ano, o saldo ficou em 2.276, enquanto, no mesmo período do ano passado, o saldo era 566. Os números representam que os setores da região luverdense contrataram mais do que demitiram.

No ranking estadual, para cidades de 61.129 a 71.316 habitantes, Lucas do Rio Verde ocupa a primeira colocação, estando à frente de Primavera do Leste (2.119) e Barra do Garças (1.622).

Já em nível nacional, o município conquistou a terceira colocação, atrás apenas de Cristalina - GO (4.939) e Itapema - SC (3.371), na mesma categoria.

Os setores responsáveis pelo saldo positivo na cidade luverdense são a construção civil (606), serviços (588), indústria (483), comércio (310) e agropecuária (289).

“Esse é um dos indicadores mais importantes. Quando uma pessoa vai para alguma cidade, sempre está em busca de uma oportunidade e a primeira delas é o emprego. Então, fico muito satisfeito em ver Lucas do Rio Verde em destaque no estado de Mato Grosso e no Brasil na geração de empregos”, disse o prefeito Miguel Vaz.

Apesar dos resultados, a região sofre com a falta de mão de obra qualificada, especialmente na indústria e construção civil. Ciente disso, a Gestão Municipal investe, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, em parcerias que dão a chance para o cidadão luverdense se qualificar.

“A responsabilidade da Assistência Social é oferecer cursos de qualificação profissional para que o cidadão consiga competir no mercado de trabalho. Isso é garantia de direitos. Desde o último ano, nós começamos a pensar nesses cursos, temos uma parceria com o Sistema S, especialmente com o Senar, Senac, Senai, além do Sebrae e o Secitec, com o objetivo de oferecer cada vez mais esses cursos de qualificação”, destaca a primeira-dama e secretária de Assistência Social e Habitação, Janice Ribeiro.

Os interessados em obter informações sobre os cursos devem entrar em contato com o Cras, que fica na Avenida Bahia, nº 236, bairro Jardim das Palmeiras. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h. Telefone (65) 3548-2563.


Leia a última edição completa da Revista Portal


Comments


bottom of page