KSB 30 anos, mostrando a força do agro




Celebrar uma data especial é importante. E quando essa data representa uma história de 30 anos de luta e empreendedorismo é ainda mais especial. Alcançar esse período de existência torna essencial uma celebração para ficar na memória. E foi isso que aconteceu com um grupo de aproximadamente 800 pessoas convidadas para prestigiar a comemoração dos 30 anos da KSB Agribusiness em Lucas do Rio Verde no dia 20 de maio último. Uma noite especial assim como é especial a trajetória desta empresa que traz no seu DNA o arrojo e a persistência de um filho de produtor rural que acreditou no sonho e investiu para criar uma empresa que se tornou referência em seu ramo de atividade.



Entre os convidados, grande parte foram produtores rurais, clientes e parceiros da KSB. Eles testemunharam o desenvolvimento da empresa, vencendo crises e desafios que foram surgindo ao longo das três décadas. O produtor rural Sestilho José De Marco conhece Luiz Binotti desde que chegou ao município, em meados de 1986. Cliente da KSB desde sua inauguração, em fevereiro de 1992, Sestilho elogiou a parceria com a empresa. “Conheço e faço negócios com eles, uma parceria que é boa para as duas partes. A gente espera que essa parceria continue por mais anos”, disse.



O produtor rural Claudionor Francisco Basso também foi levar o abraço e prestigiar o momento festivo do grupo KSB. Numa rápida conversa com Luiz Binotti, Basso recordou alguns momentos de quando havia chegado a Lucas do Rio Verde e que ainda trabalhava numa cooperativa. Na época, Binotti começou com um pequeno espaço e foi expandindo.


"Tornou a potência que é hoje. Mérito do trabalho, da inteligência que ele adquiriu, vivência com as pessoas que o cercavam e está aí hoje, a KSB, uma grande empresa.” Citou Basso, que tem propriedade rural em Itanhangá e é cliente KSB.


Produtor rural em Tapurah, Paulo Kirnev é cliente da KSB no município e vê o crescimento da empresa coincidir com o desenvolvimento do agronegócio. Ele entende que os produtores precisam de parcerias fortes, que ajudem a fortalecer a agricultura regional. “É importante porque nós produtores precisamos de produtos de qualidade e do suporte que eles oferecem”, assinalou, torcendo para que a parceria permaneça pelos próximos anos. “É importante quando a gente vai comprar os insumos e depois na venda do produto”.


Fornecedores do grupo KSB também participaram deste momento especial. Marcelo Ferri Gonçalves, gerente comercial do grupo Yara, lembrou que a empresa foi a primeira parceira comercial de Luiz Binotti. A grande influência é o trevo adotado pela empresa de Lucas do Rio Verde em sua logomarca, inspirado na marca de adubos representada na época pela Yara. “A KSB traz uma confiança muito grande a seus clientes, a toda a comunidade em que ela está atuando. Entrelaçadas, a Yara e a KSB puderam construir essa história ao longo dos 30 anos”, pontuou.



Algumas personalidades políticas também fizeram questão de prestigiar a noite de festa. De passagem por Lucas do Rio Verde, o senador Carlos Fávaro foi levar o abraço aos diretores e colaboradores da empresa. Fávaro, que também é produtor rural, reconhece a importância da empresa para a agricultura regional. “Começou como uma empresa familiar e conseguiu, com muito suor, muita dedicação, virar uma empresa de sucesso. Alavancou desenvolvimento, trouxe oportunidades, tecnologia, custeios, financiamentos. Acreditaram, investiram na nossa região, em Lucas do Rio Verde. Comemorar 30 anos não é pra qualquer empresa”, disse Fávaro, que estava acompanhado da esposa Claudinéia.


Expansão

A história do grupo KSB Agribusiness mostra a força do agronegócio brasileiro. A expansão da empresa é resultado do trabalho, persistência e ousadia de Luiz Binotti e da esposa Rafaela Frizzo. Atualmente as empresas do grupo KSB atuam nos segmentos e de distribuição de insumos agrícolas, armazenamento de grãos, produção de sementes de soja, revenda de máquinas e implementos agrícola e incorporadora e construtora.


Rafaela lembra que o esposo iniciou o sonho, enfrentou desafios e ganhou apoio ao longo da caminhada. Ela diz que comemorar esses 30 anos em Lucas do Rio Verde tem um significado bastante especial. “Pra mim é até emocionante, pois faço parte desta linda história”, ressaltou, citando que passou a fazer parte da KSB em 2002. “A partir daí começamos outra história, pois veio a Binotti Armazéns junto e a KE Soja, que transformou na KSB. Então, passa um filme na cabeça”.


Um dos patrimônios da empresa é o capital humano. Desde o inicio, houve a preocupação com a valorização dos colaboradores. Alguns já estão no grupo há vários anos. “São pessoas que estão conosco até hoje”, recorda Rafaela. Alguns deles se tornaram sócios de empresas do grupo e também compartilharam o sonho de Luiz Binotti. “Hoje temos mais de 200 funcionários, alguns que estão conosco há 20 anos, é uma história juntos. Começaram como balanceiros e outras funções, e hoje assumem cargos importantes, outros viraram sócios da KSB. Começaram de baixo e hoje são sócios. Como exemplo, Jair Antonio Ruhoff e Luciano Lasari. Pra nós é de suma importância dar essa oportunidade”, relatou.


Gratidão

O fundador do grupo KSB Agribusiness, Luiz Binotti, disse que o momento é de agradecer a Deus pela oportunidade, assim como a clientes, fornecedores e colaboradores. Binotti lembrou que sua trajetória em Lucas começou alguns anos antes, quando chegou a Lucas do Rio Verde. “Nossa empresa se confunde com a história do nosso município e também com a história da grande maioria dos produtores que aqui chegaram um pouco antes, outros depois, mas muitos chegaram juntos com a nossa empresa”, relatou Binotti.


"Uma história de luta, de superação, de dificuldades, mas também uma história de vitórias, de grandes conquistas.”

Binotti comenta que em conversas no dia a dia costuma qualificar a região de Lucas do Rio Verde como ‘a terra de oportunidades’, dadas às oportunidades que oferece àqueles que buscam empreender. O gestor diz que a região vive em constante expansão, gerando novas oportunidades. “Tem muito a se fazer na área agrícola e na parte urbana da nossa cidade e nas cidades do entorno. Há muitas oportunidades para os irmãos brasileiros que vão vir pra cá e tenho certeza que é uma terra acolhedora”, ressalta, acrescentando que em meio às dificuldades que surgiram, lideranças foram sendo moldadas e preparadas para buscar soluções. “Discutimos crises na Expolucas, no Grito do Ipiranga, onde surgiu a Aprosoja e novas lideranças”, descreveu, citando o deputado Neri Geller, que chegou ser ministro da Agricultura, e Carlos Fávaro, atual senador e que foi vice-governador de Mato Grosso. “É uma terra de oportunidades, não apenas na área econômica, mas também na preparação de lideranças que fortalece cada vez mais a nossa região politicamente”.


A trajetória da KSB demonstra que há muito a avançar. A empresa vem abrindo novas fronteiras, ampliando seu leque de atuação, deixando claro que busca acompanhar o desenvolvimento regional. “Espero que a KSB possa, através dos sócios que agora estão conosco, se perenizar e que possam vir mais 30 anos e que a gente possa superar todas as dificuldades e ser uma empresa longínqua, que não é fácil nessa atividade, pois a maioria das revendas não chega nesse tempo de vida. E nós conseguimos chegar, com a benção de Deus, com a parceria com os produtores, com os nossos fornecedores, quem sabe a gente vai muito longe ainda”, finaliza Luiz Binotti.



A noite festiva ainda contou com homenagens, um jantar especial e shows com Rick Nunes e com o grupo gaúcho Os Serranos, que animaram os convidados com um repertório que levou o público a dançar no salão do CTG Sentinela da Tradição, local da celebração.

 

Leia a última edição completa da Revista Portal