Entrevista com o prefeito de Lucas do Rio Verde Miguel Vaz Ribeiro

CONFIANÇA E OTIMISMO

33 anos de Lucas do Rio Verde do futuro



No início da década de 1980 homens e mulheres, muitos deles vindos da região sul do Brasil, chegavam a região centro-norte de Mato Grosso. Incentivados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), cerca de 203 famílias de agricultores começaram a implantação do projeto de assentamento e assim nascia a pequena colônia que deu origem a Lucas do Rio Verde.


Hoje, 33 anos após sua emancipação, aquela pequena colônia se transformou em uma linda cidade. Planejada por gestores visionários, Lucas do Rio Verde se tornou referência em todo o Mato Grosso, ofertando altos Índices de Desenvolvimento Humano (0.76) e se tornando a sexta economia do Estado.


Nesse ano de 2021, a gestão pública está sob o comando do empresário da agroindústria e ex-vice-prefeito, Miguel Vaz Ribeiro. Mesmo em meio a pandemia do coronavírus, o gestor se mostra otimista com o potencial da administração pública.


“A gestão pública é sempre muito desafiadora e nesse ano tem sido ainda maior. Entramos em um momento delicado com altos indicadores de casos de Covid e precisávamos dar uma direção para tal situação. Entre as nossas primeiras ações foi garantir mais unidades de leitos de UTI dentro do Hospital São Lucas.Transformamos o PAM (Pronto Atendimento Municipal) em unidade sentinela contra a Covid, para que o paciente recebesse atendimento e já começasse o tratamento ali mesmo de forma precoce. Foram ações importantes e que contribuíram para a redução de casos fatais”, afirmou o prefeito.


Com a redução dos casos da Covid e o avanço da vacinação, a retomada da economia luverdense tem acontecido de forma natural. Como exemplo dessa melhora, o prefeito destaca o crescimento do Bairro Industrial V.



"Nesse último mês percebemos que as pessoas voltaram a investir e acreditar em dias melhores. Isso automaticamente fez a economia voltar a crescer. Vejo uma fase bem mais otimista e a economia bem mais forte, um exemplo é o crescimento do Bairro Industrial V, que em um mês vendemos cerca de 38 terrenos para novas empresas ou para aquelas que já estão na cidade e que irão expandir seus negócios. Com esses investimentos teremos a geração de emprego, de oportunidades e consequentemente a geração de receita para o município."

Como forma de incentivo à economia luverdense, a Prefeitura Municipal criou o programa Lucas Forte de Novo. O objetivo do projeto é auxiliar os empreendimentos do município que foram afetados economicamente pela pandemia, o projeto foi idealizado em abril e prorrogado pelo prefeito Miguel Vaz até outubro.



Assinatuda do convênio entre a Prefeitura e instituições bancárias para viabilização do programa Lucas Forte de Novo.

“O projeto foi criado pensando principalmente nos setores mais afetados pela pandemia, em especial o comércio noturno. Então, em parceria com as cooperativas de crédito disponibilizamos R$ 3 milhões, com os juros subsidiados pelo município, para que esses profissionais pudessem levantar um capital, ter um período de carência e assim se reerguer economicamente. É realmente pegar na mão um do outro e se ajudar”, afirmou o prefeito.


Nos últimos meses Lucas do Rio Verde voltou a fazer parte da mídia nacional, após o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciar que o Governo Federal tem tratado como prioridade os projetos ferroviários que tornarão a cidade em um grande entroncamento.


O prefeito Miguel Vaz destaca que após o anúncio do ministro e de participar de uma audiência pública com o governo do Estado para um chamamento público de empresas que estejam interessadas na construção da ferrovia, já começa a planejar a cidade visando o futuro.


“Esse chamamento do Governo Estadual já abriu as portas aos interessados e nossa região ganha com a chegada de novos investidores. Da parte da gestão pública com todo esse crescimento e a chegada das ferrovias precisamos estar preparados com infraestrutura, zoneamento da área urbana e o planejamento de como será a interligação entre as ferrovias, rodovias e aeroporto. Será necessário um plano diretor muito bem planejado e direcionado para a distribuição desses projetos, ou seja, teremos que pensar de forma macro. Olhar a cidade de cima com a visão de futuro, é preparar a cidade para grandes investimentos e manter a organização”.


Prefeito participou de chamamento público aberto pelo Estado para construção de ferrovia



Já visando o crescimento e a chegada de mais pessoas, o prefeito tem buscado solucionar um dos maiores déficits da cidade, o setor habitacional. "Já temos um projeto habitacional com a área definida. Estamos em conversa com a Caixa Econômica e o Governo do Estado para formalizar os convênios, para que já possamos lançar. Estamos buscando novos métodos de construção que possam ser implantados em Lucas do Rio Verde como a verticalização, nosso projeto é ofertar aproximadamente 1.500 apartamentos. Ainda vamos entregar as 350 casas que estão em fase de conclusão do programa Minha Casa Minha Vida, no bairro Jaime Seiti Fujii” anunciou ele.


Na área da educação está planejado a construção de quatro escolas com 20 salas cada, já iniciando as obras nesse ano de 2021.


“São desafios que temos condições de realizar, pois além da educação precisamos manter o bom atendimento da saúde, ofertar espaços culturais e esportivos, reforço na segurança e assim manter a qualidade de vida dos luverdenses. E todos esses setores estão em nosso radar e queremos iniciar muitos deles ainda nesse ano” afirma o prefeito.


Otimista e entusiasta, Miguel Vaz, parabeniza Lucas do Rio Verde pelos 33 anos de história, crescimento, exemplo, pioneirismo e pujança.


“Lucas do Rio Verde é referência em todo o estado, de grandes oportunidades, é uma jovem cidade e que tem grande potencial, ainda tem muito para oferecer, desde que as pessoas acreditem e façam. Torço muito por Lucas do Rio Verde e sou muito grato por toda minha história. Tenho certeza que teremos muitas coisas boas para os próximos anos. Confiança e otimismo que tudo dará certo” finalizou.

Por Maryuska Pavão


Quer receber notícias como essa no seu celular? Click aqui e entre no grupo do WhatsApp .


Leia a última edição completa da Revista Portal