top of page
  • Foto do escritorEditor

Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza tem objetivo de vacinar 90% do grupo prioritário


Com o objetivo de prevenir a disseminação da gripe e suas complicações em todo o país, o Ministério da Saúde promove a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. O público-alvo são pessoas com mais de seis meses de idade e grupos de risco, como idosos, gestantes, crianças pequenas, profissionais de saúde e pessoas com doenças crônicas.

Em 2022, apenas 68% do público-alvo foi imunizado contra a gripe. Para reverter esse cenário, a meta é vacinar 90% do grupo prioritário em 2023. Mais de 80 milhões de brasileiros fazem parte deste grupo.

Julival Ribeiro, infectologista, indica que a campanha de vacinação no Brasil é a melhor estratégia para prevenir formas graves do vírus no país.

“Portanto ela deve ser tomada por toda a população que esteja indicada. Nesse momento, o programa do Ministério da Saúde está recomendando sobretudo para gestantes, puérperas, pessoas imunossuprimidas com doenças crônicas, indígenas, profissionais de saúde entre outros”, explica.

De acordo com a pasta, em 2019 a cobertura vacinal contra a gripe atingiu 91% e em 2020 95% do público-alvo. Porém, em 2021 houve queda no índice de vacinação, que refletiu em apenas 72% do público- alvo vacinado. Em 2023, foram registrados 1,3 mil casos da doença e 87 mortes confirmadas.

Em 2021, 901 pessoas morreram devido a complicações da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), causada pela Influenza e em 2022, o número de mortes registradas foi de 1.612. Nos últimos dois anos, o número de mortes pela doença aumentou 78%.

Maria Cristina, estudante de 13 anos e moradora do Gama (DF), cidade-satélite do DF, conta que mesmo sendo nova,procura deixar a caderneta de vacinação sempre em dia e não deixa de tomar o imunizante. “Eu acho a vacina uma coisa muito importante, porque ela deixa a gente imunizada. E vai evitar que peguemos gripes muito fortes”.

Documentos necessários para a vacinação

  • Documento de identificação;

  • Cartão de vacinação;

  • Crachá, contracheque ou outro documento comprobatório (para pessoas de categoria profissional).

Grupos prioritários da vacinação contra gripe

  • Idosos com 60 anos e mais;

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);

  • Gestantes e puérperas;

  • Povos indígenas;

  • Trabalhadores da saúde;

  • Professores das escolas públicas e privadas;

  • Pessoas com comorbidades;

  • Pessoas com deficiência permanente;

  • Forças de segurança e salvamento;

  • Forças armadas;

  • Caminhoneiros;

  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;

  • Trabalhadores portuários;

  • Funcionários do sistema prisional;

  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade,sob medidas socioeducativas;

  • População privada de liberdade.



Fonte: Brasil 61

Leia a última edição completa da Revista Portal


Comments


bottom of page