top of page
  • Foto do escritorEditor

Agro Baggio: ‘O John Deere é para você, é para todos’



Celso Nery



A tecnologia e inovação fizeram parte da edição 2023 do Show Safra. E a Agro Baggio John Deere acompanhou essa tendência. A empresa apresentou diversas novidades para os visitantes, além de montar uma estrutura para fazer uma recepção à altura, conforme o cliente John Deere já está acostumado.


O estande da Agro Baggio foi todo climatizado. Para atender o espaço que foi ampliado em relação ao usado em 2022, foram instalados vários aparelhos de ar condicionado, totalizando cerca de 1 bilhão de BTU’s, suficiente para criar uma atmosfera aconchegante aos visitantes, uma preocupação que a empresa tem a cada edição do evento.


O gerente da Agro Baggio John Deere Lucas do Rio Verde, Roberto Petri, comentou que o Show Safra vem se consolidando como uma das grandes feiras de Mato Grosso. Ele observou que o trabalho desenvolvido pelos organizadores ao longo dos anos trouxe credibilidade para o evento. “Eu sempre falo que das grandes feiras do Brasil, o Show Safra é o que tem o maior potencial de crescimento pelo motivo de estar no Mato Grosso. A gente sabe o tamanho que é o potencial agrícola do Mato Grosso”, avaliou.


Diante desse cenário, a Agro Baggio trouxe lançamentos para o evento. São produtos que serão atrações da John Deere na Agrishow, considerada a maior feira de tecnologia do país e acontecerá de 1 a 5 de maio. “A gente trouxe muitas coisas, estão aqui já para o produtor luverdense e do eixo da BR 163. Trouxemos um trator de pequeno porte, que é para atender horticultura, fruticultura, produção animal de aviário, esse perfil, e trouxemos o maior trator hoje produzido no mundo, 640 cavalos, nos Estados Unidos. E nesse intermédio toda a linha de produtos para atender todo tipo de propriedade. O slogan deste ano é ‘O John Deere é para você, é para todos’. Ou seja, a gente tem portfólio para atender todo tipo de atividade, todo tipo de propriedade, da horticultura à produção de algodão, em pequena e larga escala. Esse é o intuito da feira”, disse Petri.


A tecnologia dos produtos John Deere deu uma importante contribuição para o desenvolvimento do agronegócio em Mato Grosso que, sozinho, produz mais grãos que a Argentina, e vem ganhando em importância no cenário mundial quando o assunto é produção de alimentos. “Os dados indicam que este ano Mato Grosso deve produzir mais milho do que soja. Então é essa força do agro que a gente tem aqui, uma agricultura que coloca rapidamente tecnologia no campo, que usa das ferramentas mais modernas para produzir e fazendo isso de forma muito inteligente, muito racional e muito sustentável. Eu acho que esses são pilares que fazem Mato Grosso ter esse destaque e é isso que nos motiva a estar aqui no Mato Grosso, participando de toda essa construção e de crescimento que a gente vê acontecendo”, assinalou Alexandre Reis, diretor comercial da Agro Baggio John Deere.


Suporte

Uma das propostas da Agro Baggio John Deere é dar todo o suporte para que os produtores consigam ampliar os níveis de produtividade a cada safra. O portfólio da empresa atende todo o ciclo produtivo. “A gente tem o equipamento para preparo de solo, para o plantio, para os tratos culturais, para os cuidados com a lavoura. Nós temos equipamentos para colher soja, nós temos essa mesma colheitadeira com a plataforma para fazer a colheita do milho. Nós conseguimos fazer também colheita do algodão, para quem é da cultura do algodão, nós temos equipamentos para quem é da cultura da cana. E junto com esse portfólio, esse conjunto de equipamentos para todo o ciclo, a gente também está muito preocupado em atender o cliente em todo o ciclo de vida dele enquanto o produtor, com suporte de peças e de serviço, com suporte agronômico”, destacou Alexandre.


E, falando em tecnologia, a John Deere conseguiu traduzir os dados gerados pelos equipamentos no campo em informações que auxiliam o produtor em sua tomada de decisão. “Se a gente olhar a agricultura, do que foi feito há 30 anos, era muito da expertise e do conhecimento do cliente. A gente tinha os equipamentos trabalhando e aquele que conhecia mais o campo, tomava as decisões mais assertivas. E hoje a gente começa a olhar em tempo real como isso está acontecendo no campo e o cliente consegue ir corrigindo em tempo real. E certamente isso vai aumentar ainda mais a nossa produção”, compara.


“Nós temos, por exemplo, o Centro de Soluções Conectadas, que é um centro suporte avançado que fica lá em Sorriso, que atende as máquinas à distância, conecta as máquinas à distância. E foi instalado em nosso estande, uma coisa legal pra conhecer”, disse Roberto Petri, sobre a oportunidade que os visitantes do estande tiveram, durante o evento.


Durante os quatro dias do Show Safra, a Agro Baggio contou com toda a sua equipe para atender a clientela. Colaboradores das 11 lojas situadas entre Nova Mutum, Matupá e Alta Floresta prestaram atendimento, mantendo o bom relacionamento, que é marca tradicional da empresa.



Boa expectativa

Com o cenário positivo do agronegócio mato-grossense e a preocupação dos organizadores do Show Safra em preparar um evento com maiores atrativos, o resultado se reflete em melhores indicativos de negócios. “O agro vive um momento muito bom, com pequenos altos e baixos, mas num momento muito bom, é nossa perspectiva esse ano é dobrar o número de vendas do ano passado, ou seja, crescendo como o Show Safra”, explicou Petri. Como nas edições anteriores, vários negócios iniciados durante o evento serão concretizados no chamado pós-evento.

Leia a última edição completa da Revista Portal


Comments


bottom of page