top of page
  • Foto do escritorEditor

Acordo Mercosul-União Europeia deve aumentar competitividade das indústrias



O acordo Mercosul-União Europeia vai criar condições para a retomada da indústria do Brasil e aumentar a competitividade das indústrias globalmente. É o que afirma a presidente da Comissão da União Europeia, Ursula von der Leyen.

“O acordo trará benefícios. Em primeiro lugar, dará às nossas empresas novas oportunidades de expansão – isso é importante. Segundo ponto, dará previsibilidade. Nosso acordo estabelecerá padrões claros para os direitos dos trabalhadores, proteção ambiental e cadeias de suprimentos sustentáveis. E o terceiro elemento: atrairá mais investimentos. Nossas cadeias de suprimentos se tornarão mais integradas, mais competitivas e, portanto, mais atraentes para os investidores”, aponta.

A declaração foi feita nessa segunda-feira (12) durante encontro com empresários da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em Brasília. Antes dela, o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, defendeu a importância do acordo comercial. “Entendemos que a integração União Europeia-Mercosul é um instrumento eficiente para incrementarmos nossa parceria bilateral e para criarmos um ciclo virtuoso de ampliação do comércio, dos investimentos e do emprego nos dois blocos econômicos.”

O presidente da CNI ainda apontou que existem desafios a serem enfrentados e que é necessário que ambas as partes busquem uma abordagem pragmática e flexível. “Uma das alternativas para dinamizar essa parceria é a definição de um mecanismo que amplia a cooperação bilateral nas áreas de tecnologia, inovação, comércio e sustentabilidade”, explica.

Reunião no Planalto

Mais cedo, a presidente da Comissão da União Europeia se reuniu com o presidente Lula no Palácio do Planalto, para tratar do acordo e temas relacionados com o meio ambiente. Ursula von der Leyen afirmou ter se comprometido com o presidente a finalizar o acordo Mercosul-União Europeia em 2023.

“Estamos discutindo um acordo comercial há duas décadas. É o maior e mais ambicioso acordo comercial que nós dois já negociamos. E, agora, finalmente estamos perto da linha de chegada. É hora de finalizarmos e concluirmos o acordo do Mercosul”, afirma.

Segundo o presidente Lula, o acordo Mercosul-União Europeia é um dos temas centrais da associação entre o Brasil e a Europa.

“Os desafios da conjuntura mundial requerem o relançamento dessa associação entre o Brasil e a Europa. Por isso, o Brasil manterá o poder de conduzir as políticas de fomento industrial por meio do instrumento das compras públicas. Unir capacidades em matéria de pesquisa, conhecimento e inovação é igualmente decisivo como resposta ao desafio de gerar empregos e distribuir renda. Queremos estabelecer uma efetiva Parceria Digital com a União Europeia, na área de tecnologias da informação, regulação do espaço digital, 5G e semicondutores”, ressalta.



Fonte: Brasil 61

Comments


bottom of page